fbpx

Terceirização da iluminação pública: vantagens para os municípios

14/02/2020

Terceirização da iluminação pública: vantagens para os municípios


Escrito
por Quantum

A iluminação pública urbana é fundamental para que os espaços comuns de uma cidade possam ser frequentados durante a noite.  O serviço é de responsabilidade dos municípios. No entanto, a terceirização da iluminação pública é permitida por lei desde que regularizada pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Esse modelo de gestão traz inúmeros benefícios às cidades. Entre eles, redução de gastos e mais qualidade na prestação de serviços.

GESTÃO INTEGRADA E TERCEIRIZAÇÃO DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA TRAZ ECONOMIA E MELHORA DOS SERVIÇOS PRESTADOS À POPULAÇÃO

A Gestão Integrada da iluminação pública vem se consolidando em grande parte dos municípios brasileiros. Ao optar por esse modelo, as prefeituras delegam a empresas especializadas todo o serviço de iluminação. Desde logradouros, praças e monumentos da cidade, em regime de gestão integral dos serviços. O objetivo é ordenar, planejar e controlar melhor o conjunto de atividades voltadas para o adequado funcionamento do serviço.

Leia mais: Município de Ribeirão das Neves terá sistema de iluminação pública modernizado

Nas cidades que adotam esse modelo de gestão, é possível perceber a redução do consumo de energia elétrica de grande parte dos pontos de iluminação pública. Isso gera economia para tanto para a prefeitura quanto para a população. Também nota-se melhoria da percepção visual em ruas e avenidas, a valorização do espaço público e a redução da necessidade de manutenção corretiva. Isso é alcançado em função da qualidade dos serviços prestados. 

Essas realizações são possíveis graças à arrecadação da Cosip (Contribuição de Custeio de Serviço de Iluminação Pública). Esta tarifa é embutida na conta de luz de cada unidade consumidora. A arrecadação dessa contribuição é obrigatória. Por isso, é integralmente revertida para a modernização e a manutenção da iluminação pública. Dessa maneira oferecendo melhor custo/benefício e mais segurança aos munícipes.

Tecnologia para a iluminação pública

É importante ressaltar que a gestão integrada da iluminação pública permite o gerenciamento informatizado do setor. E os dados são disponibilizados em tempo real pela internet. 

Há, ainda, o teleatendimento gratuito para solicitação de serviços, de manutenção preventiva e corretiva, de cadastramento georreferenciado dos pontos locados em mapas digitais. Além de modernização e ampliação da rede, que melhoram a qualidade da iluminação. O modelo permite a utilização dos recursos públicos em áreas que realmente necessitam. Além disso, a empresa terceirizada deve se responsabilizar pela destinação adequada de materiais prejudiciais ao meio ambiente. Também precisa utilizar luminárias LED, mais econômicas e sustentáveis. E, por fim, deve atentar-se à modernização do serviço na cidade. E, consequentemente, na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

A Quantum atua na terceirização de iluminação pública. No trabalho da empresa agiliza-se o atendimento de ampliação da rede (instalação de novos pontos de iluminação). Tudo isso com materiais selecionados e pré-definidos em contrato. Os municípios podem contar com:

  • Diminuição do consumo de energia, em função da eficiência energética do projeto;
  • Redução de demanda de solicitações no teleatendimento;
  • Otimização do tempo de atendimento, devido às rondas diurnas e noturnas com pronta execução de manutenção;
  • Índice de falha inferior a 2% (com variação conforme condições climáticas);
  • Modernização de equipamentos;
  • Mais conforto e segurança no tráfego de  veículos e pedestres;
  • Destaque de monumentos e fachadas de prédios públicos e maior atratividade urbana;
  • Valorização urbana;
  • Incentivo às atividades noturnas de lazer, esporte e comércio;
  • Melhoria da Qualidade de Vida.Atualmente, a Quantum Engenharia presta serviços de iluminação pública para os municípios de Florianópolis, São José, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, Blumenau, Indaial, Joinville, São Francisco do Sul, Araquari, Canoinhas e  Santos (SP).