fbpx

Responsabilidade ambiental corporativa: Entenda como novos hábitos de consumo podem fazer uma empresa sustentável

16/01/2020

Responsabilidade ambiental corporativa: Entenda como novos hábitos de consumo podem fazer uma empresa sustentável


Escrito
por Quantum

De acordo com uma pesquisa realizada em nove países (Brasil, Equador, México, Estados Unidos, Reino Unido, Holanda, França, Índia e Alemanha), encomendada pela União para o BioComércio Ético (UEBT), 89% da população brasileira prioriza o consumo de produtos de empresas sustentáveis, que adotam boas práticas de uso de insumos naturais. Dos entrevistados, 79% declararam se interessar pela procedência das matérias-primas produtos que consomem, e 92% preferem consumir de empresas que adotam políticas de respeito ao meio ambiente e à biodiversidade.

Com esses dados, pode-se afirmar que empresas que desejam se manter bem posicionadas no mercado e em crescimento devem se ater às responsabilidades ambientais e manter práticas sustentáveis em suas atividades diárias internas de modo a contemplar a comunidade do seu entorno, o mercado em que atua e o meio ambiente. 

Ou seja, para o mercado, ter responsabilidade ambiental empresarial é uma maneira eficiente de colocar a marca no topo. Por isso, desde o início do século 21, algumas das corporações mais importantes do mundo vêm assumindo nova postura com relação ao lucro, antes focado somente nos ganhos imediatos, e passando a considerar também o lucro sustentável, tendo como propósito o engajamento social e ambiental. 

O QUE FAZER PARA TER UMA EMPRESA SUSTENTÁVEL?

Algumas estratégias de responsabilidade ambiental corporativa podem ser colocadas em prática nos mais diferentes níveis de atividade de uma empresa. Desde a compra de insumos até o descarte do produto – ou resíduo do produto – pelo consumidor final. Para pautar as atividades nos conceitos da responsabilidade ambiental, a empresa deve traçar um plano de ação que contemple uma análise do cenário: conhecer seus concorrentes e seus clientes, pensar em atitudes que a diferencie no mercado e colocar metas para curto, médio e longo prazo. Em seguida, é preciso buscar parceiros que também atuem com base nos pilares da sustentabilidade, para, então, adotar processos de produção que causem menor impacto ambiental possível. 

É possível aplicar no dia a dia algumas medidas simples que farão grande diferença com o passar dos anos. O ideal é oferecer treinamentos à equipe e fazer campanhas internas para que todos adotem estas atitudes sustentáveis:

– Utilizar de maneira consciente os insumos durante a produção;

– Reduzir a quantidade de água utilizada nos processos produtivos;

– Identificar e controlar vazamentos de água e escape de energia elétrica;

– Reutilizar a água sempre que possível;

– Valorizar o uso de luz natural, evitando o desperdício de energia elétrica;

– Evitar o uso de copos e outros utensílios descartáveis;

– Trocar lâmpadas comuns por modelos de LED;

– Substituir equipamentos antigos por modelos mais eficientes;

– Realizar a manutenção de equipamentos;

– Evitar vazamentos de gases poluentes;

– Tratar efluentes;

– Destinar corretamente rejeitos e resíduos sólidos;

– Padronizar processos de produção;

– Reduzir o uso de embalagens;

– Educar seus clientes sobre consumo consciente.

A opção pela energia solar – geração própria de energia por meio de painéis fotovoltaicos – é um diferencial para empresas que desejam crescer de maneira sustentável. Os módulos fotovoltaicos podem produzir até 100% da energia exigida em uma unidade consumidora, gerando economia de até 95% na conta de luz, o que reduz os custos para manter o equipamento. Além disso, não emitem poluentes para o meio ambiente.

[Leia mais:Projetos de energia solar para empresas e instituições de Santa Catarina]

Com ética, consciência e responsabilidade ambiental, é possível gerir uma empresa que traga lucro sustentável sem descuidar do futuro do planeta.