fbpx

Quantum alia economia e sustentabilidade em projetos de iluminação pública e energia solar

01/12/2021

Quantum alia economia e sustentabilidade em projetos de iluminação pública e energia solar


Escrito
por Quantum

A iluminação pública urbana é um elemento determinante para o aproveitamento dos espaços comuns das cidades, pois torna os locais mais agradáveis. Além disso, permite que sejam frequentados também durante a noite e com mais segurança. Uma iluminação moderna traz ainda outras vantagens, como economia e respeito ao meio ambiente. Benefícios que estão presentes nas cidades onde a Quantum atua, seja por meio de Parcerias Público Privadas (PPPs) ou dos consórcios que participa.

A empresa ocupa uma posição de destaque no cenário nacional. Está entre as que mais possuem contratos de PPPs, 5 no total: em Porto Alegre (RS), Ribeirão das Neves (MG), São Paulo (SP), Palhoça (SC) e Nova Serrana (MG).

“Trabalhar com iluminação pública proporciona grandes benefícios aos cidadãos, tanto na questão de segurança pública, quanto de conforto urbano, além de gerar economia aos cofres públicos por meio da adoção de sistemas modernos. Com o uso de tecnologia LED e de telemonitoramento, por exemplo, preparamos esses municípios para o futuro, colocando-os no rol das cidades inteligentes”, destaca o presidente da Quantum, Gilberto Vieira Filho. 

Em Palhoça, por exemplo, a modernização nas vias públicas acaba de ser concluída, com 100% da troca das antigas luminárias de descarga pelas de tecnologia LED. Isso gerou uma economia de cerca de 62% na conta de energia elétrica da iluminação pública para a prefeitura. A cidade, na Grande Florianópolis, já experimenta também os benefícios da telegestão, que permite o monitoramento e controle remoto do parque de iluminação pública por meio de um Centro de Controle de Operações (CCO). Além disso, as lâmpadas LED, não são nocivas ao meio ambiente. Cerca de 98% dos materiais que a compõem são recicláveis e podem ser descartados sem causar danos à natureza.

Expansão com Energia Solar

A busca por formas alternativas de geração de energia cresce de maneira acelerada no Brasil. Recentemente, o Ministério de Minas e Energia divulgou que a geração de energia solar no país deve aumentar 67% em 2021 em relação ao que foi produzido em 2020. Sempre atenta para se antecipar às movimentações do mercado, a Quantum acompanhou as transformações das últimas décadas e, desde 2014, atua também no setor de energias renováveis, com foco em grandes projetos de geração de energia fotovoltaica. 

Em Santa Catarina, a Quantum é responsável pelos sistemas implantados em vários prédios públicos. Entre eles estão a reitoria da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), a Superintendência Regional da Polícia Federal e a Assembléia Legislativa do Estado (Alesc). Neste último, a cada ano o consumo de energia deve diminuir 20% e resultar em um ganho ambiental equivalente a deixar de emitir 174 toneladas de CO² na natureza. 

Ainda este ano, devem começar a operar na cidade de Patrocínio Paulista, interior de São Paulo, as Usinas Aurora. O projeto da Quantum, em parceria com a BLF Brasil Ltda – empresa de capital francês com investimentos em território nacional – vai oferecer à iniciativa privada, áreas equipadas com sistemas fotovoltaicos para locação destinadas ao autoconsumo remoto.

As quatro usinas terão capacidade de geração energética de 4,1 Mega-watt-pico, o que seria o suficiente para atender o consumo anual de 2000 residências. “O sistema de locação de áreas já estruturadas amplia de forma significativa o acesso da cadeia produtiva à modalidade de autoconsumo remoto, além de promover o consumo de energia limpa e renovável e gerar uma economia de até 20% no valor da tarifa de energia, dependendo do valor da tarifa e insolação no local, sem a necessidade de investimentos por parte do cliente”, afirma Gilberto.