Com crescimento de quase 40% em 2017, o Brasil entrou 2018 com cerca de 30 mil sistemas de geração de energia fotovoltaica e, de acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), deve fechar o ano com 2,5 gigawatts de capacidade instalada – 115% a mais que no final do ano passado. O impulso no mercado de energia solar se de deu, principalmente, pelo aumento de instalações em comércios, indústrias e, mais recentemente, em prédios públicos, como a Superintendência Regional da Polícia Federal em Santa Catarina, em Florianópolis. O prédio fica em um terreno privilegiado, na Avenida Beira-Mar Norte, praticamente sem áreas de sombra.

[Guia Quantum: o que você precisa saber antes de investir em energia solar]

O planejamento e a execução da obra pela Quantum Engenharia fazem parte de um projeto pioneiro dentro do Programa de Eficiência Energética da Celesc. Com a colocação de 120 placas fotovoltaicas, a estimativa é que o sistema gere 49.890 kWh / ano. O sistema está operando desde maio de 2018. I ganho ambiental em 25 anos será equivalente a 16.963 unidades de árvores plantadas, além de deixar emitir 661.043 kg de CO² na natureza e 4.402.793 km de poluentes produzidos por automóveis.

Veja, abaixo, mais detalhes sobre a instalação que trouxe mais economia e sustentabilidade à sede da Polícia Federal em Florianópolis.

 

policia investe em energia solar