Investir na produção de energia solar é garantia de economia e também de cuidado com o meio ambiente. Para tirar as principais dúvidas sobre a instalação, produção, geração de energia e manutenção do sistema, criamos esse guia completo. E se você ainda ficar com alguma dúvida, entre em contato com a equipe da Quantum.

 

1 – Por que investir em energia solar fotovoltaica?

Com a energia solar fotovoltaica é possível conquistar uma autonomia energética. Os edifícios solares fotovoltaicos fornecem os maiores volumes de eletricidade nos momentos de maior demanda. Por exemplo, ao meio-dia o uso de ar-condicionado é maior e esse é o horário em que há maior incidência solar e mais produção. Outra vantagem é que as placas solares têm vida útil superior a 25 anos e exigem pouca manutenção.

 

2 – Quanto eu vou investir no sistema fotovoltaico?

A Quantum Engenharia desenvolveu um simulador de orçamento para energia solar que dá uma perspectiva do valor do investimento necessário para a instalação dos módulos fotovoltaicos. Com apenas cinco informações é possível calcular detalhes do orçamento, saber o quanto você estará colaborando com o meio ambiente e ter uma informação concreta dos valores de instalação do sistema. Após simular o orçamento de energia solar, você pode solicitar um pedido de orçamento detalhado para os consultores da empresa.

 

3 – Em quanto tempo terei o retorno do investimento?

O retorno de investimento no sistema varia de seis a dez anos, porém, onde a radiação solar e a taxa de energia são maiores, o retorno é mais rápido.

 

4 – Eu posso vender a energia que sobra da minha produção para a distribuidora de energia?

Não. De acordo com a Resolução 687/15 da Aneel, se o sistema produzir mais energia do que for consumido pela casa ou comércio, a unidade consumidora recebe créditos de energia que podem ser utilizados em até cinco anos. Não há devolução em dinheiro dessa produção extra.

 

5 – Só vou gerar energia em dias de sol? O que acontece nos dias nublados?

Muita gente pensa que para gerar energia a partir dos módulos fotovoltaicos é necessário ter apenas dias ensolarados. Essa é uma preocupação principalmente de quem mora na região Sul do Brasil, onde o inverno é mais rigoroso e há mais dias nublados. Entretanto, isso não é um impedimento para a geração de energia fotovoltaica. Os sistemas mais modernos são capazes de captar irradiação solar também em dias sem sol e mesmo que a produção fique menor em alguns períodos, a média é sempre positiva ao consumidor.

 

6 – Posso fazer a instalação das placas sozinho? Como é esse processo?

Não. Quando você decidir que quer ter placas fotovoltaicas na sua casa, deve procurar profissionais especializados que vão garantir o correto dimensionamento do sistema, atendendo à sua expectativa de economia de energia. Para obter as licenças da concessionária de energia você precisa de um profissional responsável pela execução do projeto. É necessário fazer um estudo de viabilidade que definirá o melhor sistema para a estrutura disponível e, na sequência, solicitar à empresa de energia para que autorize a sua unidade consumidora a entrar na rede, conforme as normas da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). E antes de começar a utilizar a energia fotovoltaica, a concessionária terá que vistoriar as placas para autorizar o uso.

 

7 – O sistema faz algum tipo de barulho dentro de casa?

Não. O sistema de placas fotovoltaicas não emite nenhum tipo de barulho nem gases na atmosfera.

 

8 – É possível monitorar a geração de energia solar?

Sim. Por meio de equipamentos instalados no sistema é possível saber como está a produção de energia solar na sua casa ou comércio.

 

9 – Como é feita a manutenção do sistema? 

A limpeza nas placas deve ser feita anualmente, mas se você mora em uma região com muita poluição ou pouca chuva, o ideal é que seja feita a cada seis meses. O indicado é passar apenas um pano molhado nas placas, sem usar nenhum tipo de produto químico. Lembre-se de que quanto mais sujos estiverem os módulos fotovoltaicos, menor será a produção de energia solar.

 

10 – Com o sistema de energia solar eu posso zerar a minha conta de energia elétrica? 

Não. Você continuará pagando as taxas básicas cobradas pelas distribuidoras de energia. Entretanto, é possível reduzir em até 90% o que você gasta atualmente na conta de luz.

 

11 – A partir de qual consumo eu posso instalar as placas fotovoltaicas na minha casa? 

A partir de 400 kwh por mês.

 

12 – Eu preciso fazer alguma alteração no telhado da minha casa para receber os módulos fotovoltaicos? 

Os painéis são presos no telhado por meio de um sistema de fixação e cada tipo de telha precisa de um projeto diferente. As telhas metálicas e termoacústicas são as melhores para serem usadas na instalação dos módulos. As de barro ficam em segundo lugar.